jun 14

Salve Maria!

Recentemente li um blog que tem como titulo, "Católicos em guerra contra Ana Paula Valadão",  escrito por Paulo Teixeira, onde de imediato não gostei do titulo. O autor do artigo fez referencia ao vídeo abaixo, de pura blasfêmia, que realmente é HORRÍVEL, que me causou o sentimento de dó para com esta cantora.

A cantora diz:

“aonde a idolatria chegou, aonde os cultos aos deuses chegaram, aonde entrou toda influência da mariolatria em nosso Brasil, desde as primeiras missas efetuadas em solo brasileiro, aonde entram os primeiros escravos da África, trazendo seus deuses, trazendo o culto aos deuses falsos africanos… o Senhor fará soar novos tambores nessa Nação”.

 

Em outro momento ela diz:

“Eu profetizo, no nome do Senhor Jesus, a queda de escamas da idolatria nos olhos de homens,  mulheres jovens velhos. A  Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil será invadida por uma onda de conversão, libertação e avivamento e quebrará toda a corrente de gerações.  Haverá entre os padres, entre os seminaristas o espírito de ousadia para tomarem posição diante do Senhor Jesus e publicamente confessarão que só Ele é digno de toda a oração e adoração, culto, honra e glória”

 

Vídeo no YouTube

 

Lógico que este vídeo me causo certa indignação inicialmente, mas temos que ter cautela no que falamos e principalmente no que escrevemos publicamente. Quando ouvimos ou lemos a palavra guerra, lembramos de luta, combate, morte.

Algumas definição do dicionário para guerra:

  -  Inimizade declarada e luta à mão armada entre nações ou partidos.

  -  Arte militar.

  -  Figurado. Oposição; luta.

 

Se somos Cristão devemos viver o amor!

O verdadeiro Católico tem que procurar viver o Evangelho, se o verdadeiro Católico vive o Evangelho, devemos declarar amor e não guerra! Assim esperamos que os protestantes sejam também...

 

No inicio do artigo, o autor escreve a seguinte frase, Solicito que este assunto não seja transformado em uma ‘guerra’ religiosa., querendo de imediato “aliviar” o que escreveu no titulo. Particularmente senti que a real intenção do autor é chamar a atenção para o seu artigo com um titulo agressivo. Parece-me uma técnica de marketing, sem se preocupar com o real peso das palavras.

 

Amado Paulo Teixeira, não declaramos, nem estamos em guerra contra Ana Paula Valadão!!! Se não quer que se transforme em uma guerra religiosa publique palavras de amor e não palavras que nos levam a confrontos.

 

Católicos rezem pelos evangélicos, evangélicos rezem pelos Católicos.

 

Vejam o discernimento de Pe. Joãozinho sobre o acontecido.

Padre Joãozinho diz:

"Foi impressionante a reação diante do vídeo de Ana Paula Valadão. Muitos me perguntam o que achei. Ela diz claramente que desde que a Igreja Católica chegou no Brasil, iniciou a mariolatria. É claro que isso nos deixa tristes por ser um juízo simplório sobre a fé do nosso povo e a forma como a Igreja Católica ministra o culto. Em um ritmo frenético, semelhante aos cultos afros, ela conduz a juventude a um estado de êxtase. Fala que “deuses falsos de outras nações” tem tentado entrar no Brasil.

Em seguida profetiza claramente a respeito da Igreja Católica Apostólica Romana. Não está correto afirmar que ela profetiza a “queda” da Igreja Católica. Na verdade ela profetiza uma “onda de avivamento”. Fala de conversão de padres e seminaristas que publicamente confessarão os seus pecados.

Esperamos que isso aconteça em todas as religiões e Igrejas do mundo, inclusive nas evangélicas. Nosso mundo precisa de paz. Ouvir as profecias que nos incomodam pode ser um bom começo para chegar um dia ao diálogo da unidade."


Paz e Bem!!!

Maicon Tropiano.